segunda-feira, março 03, 2014

Sobre se entregar


Ele vive no mundo dele, no qual, eu não consigo entrar.
Ele escapa de dentro do meu abraço e foge. Nunca sei quando volta. Não há como saber se volta. Vivo nessa agonia de não saber se serei recebida com um sorriso largo ou indiferença. O mesmo frio na barriga que senti no dia em que o conheci. Conto os dias, ansiosa, receosa, aflita. Fusão de medo e vontade.
Eu mergulhei muito fundo. Eu dei tudo de mim. Me neguei a possibilidade de não dar certo. E agora, me vejo à beira de um precipício. Sozinha.


02/02/2014
@Ladymsr

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...