quinta-feira, janeiro 23, 2014

Nós


E, então é isso. Eu nunca entendo tuas atitudes. Não entendo o que se passa nesse teu coração cheio de feridas e sei que não cabe a mim consertá-lo. Não sei se você pensa no que eu penso sobre o que você pensa. E eu penso que, talvez por isso, eu não me entregue totalmente.
É tudo muito confuso assim.
E se não fosse assim, não seria(m) nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...