sábado, julho 27, 2013

Nunca mais


"Não foi de um dia pro outro. Acho que começou naquele momento em que você prometeu que viria e não apareceu. Aí me procurou no outro dia com flores e uma desculpa esfarrapada. Eu não acreditei, mas fingi que sim. Porque ainda existia algo dentro de mim que pedia pra te deixar ficar...E foi piorando nas vezes (tantas que perdi as contas) que eu te liguei e você não atendeu. Não viu. O celular estava no silencioso. Estava no banho, dormindo ou coisa assim. Ocupado demais pra mim. Não retornou. Não fez questão que eu acreditasse nas suas explicações. Amor com gosto de ‘tanto faz’.E o fim foi se confirmando quando eu passei a ir dormir sem esperar sua ligação. Quando eu parei de abrir o e-mail com frio na barriga, quando eu recebia sms e não corria pro celular, esperando que fosse mensagem sua... quando eu deixei de fazer questão de te responder no mesmo segundo em que você me chamava no chat.Deixei de sentir ciúme daquela sua ‘amiga’ que curtia tudo o que você postava. Eu já não estava nem aí pra que lado você estava olhando.
Foi quando paramos de dar valor aos pequenos momentos, que o nosso amor ficou menor.
Andar de mãos dadas na beira do mar. Passar o domingo entre filme, beijos e edredom.
Seu sorriso já não me fazia sorrir. Suas vontades já não eram as minhas.
Não sei exatamente quando tudo se perdeu. Quando deixei de me sentir sua. Quando parei de ‘te querer meu’. Só sei que hoje eu acordei sem saudade. E com uma vontade imensa de arquivar nossa história, refazer os meus planos e recomeçar sem você.
Indiferença, ausência, mentiras, briguinhas banais.
E o nosso amor virou ‘nunca mais’."

Karla Tabalipa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...