domingo, maio 29, 2011

Lição




Foi com ele que aprendi o que é felicidade ao ver o sorriso de quem se ama. Foi ele quem me ensinou o que é chorar com uma despedida.


SMS

'...mas nenhuma dessas coisas se comparava ao prazer que eu tinha ao ouvir o barulhinho de uma mensagem dele chegando.'

Caio Fernando Abreu





Tanto tempo passou, meus pés já não procuravam o teu rumo, minha pele não se lembrava de como era teu toque.
Mas tudo muda. Uma notificação do celular com uma mensagem dizendo 'saudades' e me lembrei de como aquele barulhinho me fazia bem, percebi a falta que faz. E senti tudo de novo. Aqueles sentimentos que venho guardando por debaixo do tapete há meses, se mostraram.
Quis voltar no tempo em que não conseguíamos ficar distantes um do outro. Eram tantas loucuras e madrugadas sem dormir. Era tamanha a vontade de ser, que éramos bem mais.
Passávamos o dia desenhando sonhos e à noite sonhávamos colorindo amores na cama.
E hoje... um turbilhão de sentimentos e apertos no coração se resumem em uma só palavra: Saudade.


sexta-feira, maio 13, 2011

Saudades, e porque não?





Saudades! Sim... Talvez.... e porque não?
Se o nosso sonho foi tão alto e forte
Que bem pensara vê-lo até à morte
Deslumbrar-me de luz o coração!

Esquecer! Para quê?... Ah! como é vão!
Que tudo isso, Amor, nos não importe.
Se ele deixou beleza que conforte
Deve-nos ser sagrado como o pão!

Quantas vezes, Amor, já te esqueci,
Para mais doidamente me lembrar,
Mais doidamente me lembrar de ti!

E quem dera que fosse sempre assim:
Quanto menos quisesse recordar
Mais a saudade andasse presa a mim!


Florbela Espanca

terça-feira, maio 10, 2011

Outros sonhos




Permaneço à distancia alimentando minha ilusão com seu sorriso.  O vejo, desejo, mas não posso tocá-lo. Disfarço, disfarço... não posso deixar tão claro.
Controlo minha loucura, minha pressa de ver chegar, meu desespero ao assisti-lo partir. Partir de mãos dadas com outro sonho, no qual eu não posso estar, não posso mais ficar.
Me sinto impotente, imóvel...desejando estar nos sonhos alheios.


terça-feira, maio 03, 2011

Summer Samba



"... A vida seria tão legal.
Se um dia eu encontrasse
alguém que segurasse minha mão
e sambasse pela vida comigo"

segunda-feira, maio 02, 2011

Muros




E pensar que é tudo em vão. Todas as fantasias e planos para um futuro juntos. Tudo o que construímos tão detalhadamente, vira lembrança.  Todos os presentes em forma de carinho, e surpresas com laços coloridos. E sentimentos que a gente alimenta, que a gente cuida e trata dia-a-dia, de repente é transformado em solidão.
Na solidão a gente se fecha, e vai ficando cada vez mais difícil acreditar nas pessoas. O brilho no olhar parece falso, os sorrisos de puro interesse.
A desilusão constrói muros difíceis de serem demolidos.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...