quinta-feira, abril 21, 2011

Teu sorriso


Quando vi o sorriso, entristeci e me senti ainda pior por isso. Não era eu o motivo do teu sorriso. 
Senti algo me cortar por dentro. Sim, devia sorrir contigo, mas não. Eu não era aquele sorriso. Não poderia demonstrar um auto-controle que não tenho. Não poderia fingir estar contente. Doía! Doía fundo ver teu sorriso e não ver minha alegria estampada nele.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...