domingo, março 20, 2011

Poeira no vento




Ao teu lado era poesia. Agora sou prosa, discurso, fadiga. Juntos, erámos melodia. Agora só silêncio, quase sorrisos, pequenas gentilezas. Agora sigo a conversar sozinha, murmurar pelos cantos a reclamar da ventania que te levou de mim. 
E, por fim, nos tornamos apenas poeira no vento...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...