segunda-feira, dezembro 27, 2010

Robôs não amam



Tire tua máscara
e armadura.
Rasgue teu peito
e revele teu coração,
que é de pedra.
Teu cérebro...
com milhares de conexões e fios,
foi invenção e modificação humana.
Confesse: Robôs não sentem,
robôs não amam.




Um comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...