segunda-feira, julho 05, 2010

À tua espera



Tenho vivido de palavras...
O desejo por ti é meu alimento.
O calor incendeia-me
O Sol que me arrepia a pele,
e aqui estou, à tua espera.
E quando faz frio lá fora,
nada sinto.
À tua espera,
permaneço.
Fugir não adianta...
te procurar em outros olhares,
em outros corpos me entregar
e não te encontrar,
não me encontrar.
Cansei de procurar...
no fim das contas eu descobri que é impossível
um coração enganar.
Chega de erros,
trair quem sou e o que desejo.
Dias, meses, anos, século, eternidades...
espero o tempo que for preciso,
pra te ter comigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...