domingo, julho 25, 2010

Infindo poema





Deixe-me desabafar,
permita-me o arrependimento.
Erros são suscetíveis aos seres humanos,
mas compreendo o quão díficil pode ser 
apagar mágoas
e fechar as feridas.

A verdade
é que te preciso.
Estas presente nas minhas melhores lembranças,
És o meu primeiro pensamento do dia, 
e assim, aqui na minha mente
permanece até o adormecer.

Ahh! E nos Sonhos... 
nos meus sonhos te busco. 
Te faço presente, 
és o meu maior presente.

Teu sorriso,
tuas manias,
teu olhar
que me diz tanto quanto tuas mais doces palavras...
tudo é fascinante!

E é por tudo isso que pra ti,
guardo um poema infindo,
que é escrito todo e à cada dia,
aqui,
dentro de mim.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...