segunda-feira, abril 26, 2010

Covardia



Papel em branco,
caneta sem tinta,
palavras sem sentido,
coração em perigo.


E pergunto-me agora:
Quando você vai parar de me machucar?
Você vem, me tem,
me domina.. 
e vai embora.


Covarde!
Sei a tua intenção...
Viver na emoção,
despertar-me o amor,
aflorar a paixão.
E depois deixar-me sozinha ...
na solidão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...